5 Perguntas para Definir o Posicionamento da sua Marca

Nesse artigo você vai aprender a técnica mais importante de branding, que servirá como uma importante ferramenta na caminhada para a criação de uma marca irresistível, contagiante e única. Mas aviso: se você ainda não fez a consulta da sua marca no INPI , faça antes de ler esse artigo para não trabalhar em vão em uma marca que já tem dono.

Bom, continuando. O fato é que existem formas de fazer isso o posicionamento. E uma delas é através de uma técnica de posicionamento que você vai aprender daqui a pouco. Mas antes de a gente continuar vou esclarecer qual é a definição de marca e posicionamento de marca. Então vamos lá!

O que é uma marca?

Marca é o que as pessoas falam sobre o teu negócio sobre a tua empresa, produto ou serviço. Por exemplo:  todo mundo fala que a empresa antiquada que a empresa é uma empresa mais conservadora é uma empresa mais clássica no mercado.

Na prática, não importa o que você quer que sua marca seja. Se os consumidores pensam que uma empresa é jovem, ou uma empresa ousada, ou tem um estilo “old fashioned” então essa é a marca da empresa.

Portanto fique atento ao comportamento dos consumidores frente ao que você está oferecendo no mercado. O comportamento dos é um importante indicativo do posicionamento de marca.

Marca: O que as Pessoas pensam e falam sobre você.

Posicionamento de Marca: A imagem que você quer passar com sua marca.

O objetivo de qualquer empresa, quanto ao marketing, é que a marca esteja alinhada com o posicionamento de marca, que nada mais é que a forma como a você quer que sua empresa, seu produto ou serviço é percebido pelos consumidores.

Basicamente o posicionamento de marca é como você almeja que as pessoas te percebam. Para isso é essencial focar em apresentar a marca de forma a diferenciar-se no mercado e transmitir exatamente quais são os pontos únicos da sua empresa.

Resumindo, a diferença entre marca e posicionamento é que marca consiste na percepção dos consumidores e posicionamento é como você quer ser percebido pelos consumidores e o objetivo deste artigo é fazer com que você faça esses dois conceitos convergirem.

Bom, agora vou mostrar para vocês alguns motivos de porque vocês devem se importar em ter uma marca inesquecível contagiante humana e única. Vamos lá.

1º Motivo: Preferências Pessoais

Por mais óbvio que isso pode parecer, o primeiro motivo é o fato das pessoas associarem marcas com preferências pessoais em todos os aspectos da vida delas.

Por exemplo um celular representa um estilo de vida. Isso acontece muito principalmente no mercado de roupas, vestuário e assessórios.

Eu uso muito as roupas de tais marcas que representam quem eu sou e apresenta o que eu gosto de transmitir às pessoas. Ou até mesmo estúdio de tatuagem por exemplo. Se você gosta de determinado estúdio porque a arte desse lugar representa o estilo de arte que eu gosto do meu corpo, uma academia que representa bem o seu estilo de vida. Esses são alguns dos exemplos do porque as marcas têm um papel fundamental na nossa vida.

Na figura acima mostro alguns exemplos de posicionamento de marcas famosas. Essas grandes marcas são reconhecidas em seu segmento e que simbolizam muito bem a ideia da importância das marcas na nossa vida.

A Harley-Davidson para quem anda de motocicleta a Apple no seguimento de eletrônicos, Ferrari no seguimento de carros esportivos, Amazon no ramo de comércio eletrônico.

A vida de muitas pessoas sem essas marcas, com certeza, teria muito menos graça muito menos diversão muito menos liberdade.

2º Motivo: A marca é a vitrine do seu negócio

O segundo motivo é porque o propósito inspirador precisa de uma vitrine inspiradora. Partindo do fato de que toda empresa surge para suprir uma necessidade do mercado ou resolver o problema das pessoas, é natural a gente entender que toda empresa tem um propósito especial que vai muito além de ganhar dinheiro.

É preciso compreender que ganhar dinheiro é uma consequência. E nessa linha de pensamento, a marca cumpre um papel fundamental. Simplesmente pelo fato de que a marca tem a função de representar como teu produto ou serviço vai ser útil para as pessoas e como isto vai ajudar a tornar o mundo mais interessante, um mundo melhor, com mais conhecimento, oportunidades etc.

Enfim, cada marca tem o seu propósito e é importante que você tenha isso bem definido para poder transmitir para as pessoas de forma autêntica e inspiradora.

3º Motivo: Quanto mais forte a marca maior o valor percebido

O terceiro motivo é que as marcas fortes dramaticamente o valor percebido do produto ou serviço isso faz com que possa cobrar mais.

Isso acontece em diversos segmentos. Por exemplo, no caso de marcas de roupas, uma mesma camiseta de algodão, pode custar até 80% mais dependendo da marca da peça de vestuário.

Isso mostra que independente do teu segmento, se tens uma marca com alto valor percebido tudo naturalmente vai poder cobrar mais do que os seus concorrentes.

4º Motivo: Clareza na comunicação do seu propósito

O quarto motivo é para comunicar com mais facilidade porque você oferece seu produto ou serviço e por que o mundo precisa do que você oferece. Mas se você tem um bom propósito e uma marca forte, vai ter mais chances de mostrar para as pessoas o valor do que você oferece.

E isso é muito importante porque toda a empresa supre uma necessidade ou resolve um problema. Dessa forma ela traz alguma coisa que agrega valor à vida dos consumidores e é muito importante ter uma marca que consiga comunicar isso para o público alvo.

E o que pode acontecer se eu não tiver uma marca forte?…

Bom, te mostrei os motivos de porque tem uma marca forte e vou revelar quais são as consequências de não ter uma marca forte. Esse é uma das partes mais importantes de todo o processo, portanto leia com atenção.

1º Consequência: Maiores gastos com publicidade

A primeira delas é que se tudo tiver uma marca fraca vai ter que investir muito mais em publicidade para convencer as pessoas de que a empresa não é tão genérica e sem graça quanto parece.

Por exemplo, se o teu negócio tiver nome baseado numa sigla o nome altamente descritivo, um logo que soa antiquado, um site com aspecto ultrapassado, que não representa nenhuma personalidade nenhuma visão de mundo.

Já parou para pensar que as pessoas vão te perceber com uma marca mais atrasada? E nessa situação, você vai ter que investir muito mais em publicidade para convencê-las de que o seu produto ou serviço tem um valor agregado.

Muitas empresas sofrem com essa consequência e é o principal motivo de porque uma marca fraca vai se tornar um concorrente mais fraco no mercado.

2º Consequência: Dificuldade em alcançar seu público-alvo

A segunda consequência também é muito perigosa. Consiste no fato de não conseguir se conectar com o público desejado, fazendo com que sua marca pareça menos interessante ou menos importante para eles.

Por exemplo, digamos que o público espera uma atitude mais sustentável da tua marca. Se o que você oferece não comunicar isso para eles, talvez eles não percebam que tu tens essa pegada ou que tu tens algo de valor a oferecer para essas pessoas. Portanto, é muito importante que você crie uma marca que se conecte com o seu público.

3º Consequência: Dificuldade na comunicação do propósito

A terceira consequência de ter uma marca fraca é não conseguir comunicar o seu propósito. Dessa forma, tornando muito difícil mostrar a para as pessoas o porquê que seu produto, serviço ou empresa existem e como isso vai ajudar a vida dessas pessoas e o mundo ao redor.

4º Consequência: Marca sem destaque “na multidão”

E a quarta e última consequência, que eu considero talvez o pior de todas delas, é que sua marca vai ser só mais uma no mercado, dentre tantas outras marcas sem expressão.

E acredite, a pior coisa que pode acontecer.

Uma boa marca e aquela que é única. É unânime. Que está presente no seu espaço e todos a respeitam, admiram. Alguns a entendem e consomem, alguns a odeiam…  Mas o mais importante é que ela tem destaque, tem uma personalidade, tem uma posição sólida e definitivamente não é só mais uma marca no mercado.

Então eu diria que dentro do espectro de força de marca de um lado a gente tem a marca que é só mais uma e do outro lado a gente tem a marca que é única em seu mercado e tem um objetivo, um propósito a cumprir.

Agora vou passar as três características mais importantes de um posicionamento de marca que você poderá aplicar para analisar se o posicionamento da tua marca está no caminho que você deseja.

1ª Característica: Relevante

A primeira delas é a relevância do posicionamento. O posicionamento de marca tem que ser importante para o público-alvo. As coisas que você quer comunicar, quer convergir com as necessidades do público. Caso contrário, todo o trabalho de comunicação, branding e marketing, não faz sentido. Pois todos os esforços de posicionamento de marca estarão voltados para um grupo de pessoas que não têm interesse no produto ou serviço oferecido.

 

2ª Característica: Tem destaque

A segunda característica é que uma marca forte é diferente do resto.  Ou seja, quando comparado com seus concorrentes, a tua marca tem que ter uma postura que nenhum dos outros têm. As pessoas têm que olhar e pensar “…essa empresa tem uma proposta que eu não vi! ”

Então é muito importante que a forma como vai se vender não seja nem parecida com os seus concorrentes principais.

Muita gente diz, “… ah, mas meu diferencial é um bom atendimento…”.  Mas talvez todos os concorrentes desse segmento também focam um bom atendimento.

Então isso não vai tornar diferenciado. Será preciso um trabalho muito mais profundo de branding e estratégias de marketing de marca para encontrar um posicionamento de marca especial que seja realmente diferenciado.

3ª Característica – Verdadeiro

A terceira é que ele tem que ser autêntico. Não adianta você fazer um posicionamento de marca que seja relevante para o público, que conecte com as suas necessidades e sonhos e desejos, que o posicionamento seja diferente, mas se ele não for verdadeiro com o propósito da sua empresa.

Porque, somente com um posicionamento de marca verdadeiro, você vai conseguir construir uma marca sólida e duradoura, admirada e respeitada pelos consumidores. Portanto, não tente passar uma falsa imagem para seu público, jamais!

Agora, você precisa definir qual é o melhor posicionamento de marca para seu negócio. E a melhor forma que você pode fazer isso é instigando. Ou seja, fazendo várias perguntas chave, que eu recomendo que você separe um bom tempo talvez algumas boas horas nisso, para assim, tentar explorar dentro do teu negócio o que ele realmente tem especial.

Essas perguntas a seguir, vão te ajudar a chegar no posicionamento de marca e vão te ajudar a obter um autoconhecimento sobre a sua empresa que vai se proporcionar uma comunicação mais direcionada e mais rica em conteúdo.

Como definir o posicionamento de marca?

Algumas ótimas perguntas para te guiar são:

  • Porque a empresa foi inventada e qual foi a inspiração?
  • Existe algo único especial importante sobre a visão dos fundadores e da filosofia dela?
  • Se a marca fosse uma pessoa, como essa pessoa seria?
  • Que imagens vêm à cabeça ao pensarmos na empresa?
  • O que tem de diferente na sua empresa que seus clientes se importaram? – Defina em apenas uma frase
  • Como você quer ser percebido ao ser visto pelo público?
  • Como você torna o mundo melhor?
  • Quem é o consumidor esperado? O que esse consumidor espera do teu produto ou serviço? De que forma seu produto ou serviço vai impactar a vida deles? Qual a melhor abordagem na comunicação com o consumidor da sua marca?
  • Qual a visão para sua empresa daqui 5 anos? – Descreva detalhadamente.

E agora, conforme o prometido no começo do artigo, eu vou mostrar qual é o modelo de posicionamento que você pode escrever em poucas linhas sem precisar de um longo plano de marketing ou de muitas folhas escrevendo o que sua empresa é.

Com esse pequeno modelo de posicionamento você poderá sintetizar a marca em poucas palavras e então começar a elaborar as coisas a partir daí. Até recomendo que você, faça um cartaz com o que você vai elaborar na sequência e cole na parede do seu escritório para te ajudar a sempre pautar as ações de branding, marketing e posicionamento de marca na direção correta.

Modelo de Posicionamento:

Basicamente, você deverá se fazer as seguintes perguntas a respeito da sua marca:

“O quê? Como? Quem? Onde? e Por quê?”

  • No item “O quê”, não esqueça de palavra ÚNICA. Isso te ajudará a posicionar a marca de forma original no mercado.

Nesse item você vai escrever a, ou as, características que só seu produto ou serviço tem.

  • No item “Como”, você descreve a proposta da sua marca.
  • No item “Quem”, você define a personalidade do consumidor da sua marca.
  • No item “Onde”, você descreve qual o estilo e vida e cultura do público da sua marca.
  • No item “Por quê” você vai deixar claro porque determinado público teria interesse na sua marca.

Exemplo de Modelo de Posicionamento:  Harley-Davidson

O quê: a ÚNICA fabricante de motocicletas

Como: que fabrica motos grandes e barulhentas

Quem: para pessoas aventureiras de espírito

Onde: estilo de vida americano

Por quê: em uma época de restrição a liberdades individuais

Bom, agora que você já saber posicionar sua marca de forma correta, confira como registrar sua marca no INPI para não ter problemas de uso comercial dessa marca e poder gozar de todas as prerrogativas de uma marca registrada.

2 thoughts on “5 Perguntas para Definir o Posicionamento da sua Marca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *