5 Grandes Riscos ao Não Registrar a Sua Marca

Um importante passo em direção ao sucesso do seu negócio é saber se a sua marca está livre e disponível para registro no INPI. E isso é vital para conseguir o registro da marca.

Mas, agora você tem uma importante ferramenta pra te ajudar a chegar lá. Preparamos um guia, que você pode conferir clicando aqui, onde você vai aprender a realizar a busca da sua marca no INPI exatamente como um profissional da área faria. Exatamente como eu e minha empresa faríamos, ou melhor, fazemos.

Mas, muita atenção. Não basta apenas fazer a busca, constatar que está livre e esquecer. Tem que registrar logo em seguida. Isso porque se a marca está livre hoje pode passar a ficar indisponível a qualquer momento. Inclusive enquanto você está lendo este artigo.

Basta alguém entrar com pedido de registro da marca no INPI antes que você. Isso porque o registro aqui no Brasil segue a lógica atributiva, ou seja, quem entra primeiro com o pedido de registro tem a prioridade… E, se você ainda tem dúvidas se registra sua marca ou não, leia com muita atenção que eu vou te falar agora:

Eu separei cinco perigos que você está correndo ao não registrar a sua marca no INPI:

1. Ser Processado

Você corre o risco de ser processado pelo uso de marcas registradas de terceiros. Isso porque se alguém tem uma marca registrada, poderá fazer valer seus direitos que estão garantidos pela legislação brasileira em especial a lei da propriedade industrial e o código civil.

2. Ser obrigado a trocar o nome da sua empresa

Você poderá ter que trocar o seu nome fantasia, o nome da sua empresa e que você já trabalha há algum tempo. Enfim você vai ter que trocar esse nome caso contrário a pessoa pode te processar.

3. Ter que pagar indenizações altíssimas

Você poderá ter que pagar indenização pelo uso dessa marca registrada por um terceiro isso porque é a legislação garante ao detentor da marca o direito de requerer indenização à data retroativa à data do início da utilização. Então, se você está utilizando uma marca registrada por alguém, mesmo você sabendo ou não, você está correndo risco de ter que pagar uma indenização desde o primeiro dia que você iniciou a utilização dessa marca registrada.

4. Perder TODO o investimento em publicidade

Então, imagine só, você investiu em propaganda de rádio e TV, material publicitário, etc; todo esse custo para divulgar sua marca vai ser perdido no momento que você tiver que trocar a sua marca do seu produto ou serviço porque alguém simplesmente registrou a marca no INPI antes que você.

5. Perder o reconhecimento da sua marca

Imagine que você está por exemplo há 10 anos no mercado e você de uma hora pra outra – por um erro de não ter registrado sua marca lá no início das suas atividades – vai ter que trocar e perder todo reconhecimento de mercado que seus produtos e serviços já tem!

E olha, uma das coisas que realmente me deixam mais chateado atuando com marcas e patentes, é quando eu vejo alguém perder um negócio ou ter que trocar o nome do seu negócio porque não têm o registro da marca, uma coisa que está ao alcance de qualquer um de nós!

E acredite isso acontece até com os melhores…

Eu vou te contar um caso que ilustra muito bem isso. Imagine só: o Flávio Augusto – você pode conhecer ou não, hoje ele é um empresário bilionário, fundador da escola de idiomas o Wise Up lá na década de 90 – teve que trocar o nome da sua ainda pequena escola de inglês, o nome da escola até então era Winners, e estava registrado apenas na junta comercial e não no INPI ele tinha simplesmente esquecido de registrar no INPI…

Após um mês utilizando esse nome, ele recebeu uma notificação de um concorrente para parar de usar esse nome imediatamente ou então ele teria que pagar uma multa diária altíssima. E aí não teve jeito, teve que trocar de nome e para piorar ainda tinham as apostilas, cadernos, folders, estavam todos impressos já com com a logo da Winners, na época na época era um “W”…

E para não ter um prejuízo ainda maior ele criou uma marca que fizesse sentido ainda aproveitar o material didático que já estava impresso. Foi aí então que surgiu a atual a Wise Up.

E dessa vez ele fez a busca de anterioridade da marca no INPI e entrou com o pedido de registro imediatamente.

Mas, agora pare um pouco e pense… se a tal notificação tivesse tardado um pouco mais? 1 ano a mais… quando ele já tivesse uma marca já consolidada no mercado reconhecida pelos consumidores, com uma rede de franquias já expandindo por todo o Brasil, o que de fato aconteceu, com dezenas e dezenas de escolas e franqueado já estabelecidos.

Imagine o prejuízo de ter que trocar a marca só pelo fato de não ter registrado a marca lá no início da trajetória da empresa. Nisso ele realmente contou com a sorte.

Mas, deixar o registro de marca para depois pode sai muito caro melhor não contar com a sorte. Bom, se você de fato saber se a sua marca está livre no INPI você não vai contar com a sorte.

Portanto, estude o Ebook que eu preparei e que espero que você já tenha baixado a essa altura… Preparei esse guia com todo carinho para realmente te ajudar a dar o primeiro passo rumo ao sucesso do seu negócio e para você aprender ainda mais sobre como realizar a consulta da marca no INPI.

E para melhorar ainda mais o seu aprendizado eu preparei um tutorial em vídeo deste guia, onde eu explico detalhadamente cada aspecto da busca de anterioridade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *